Sobre a letra da música The Candle

No show que fizemos dia 18 de dezembro de 2010 pela Tribo do Rock, no Ventuno Pub, pela primeira vez anunciei que a música “The Candle” foi inspirada no livro “O mundo assombrado pelos demônios” de Carl Sagan, o que acabou chamando atenção de alguns dos presentes.

O conteúdo do livro não só inspirou a letra da música como reflete bem o pensamento dos integrantes da banda.

Segue abaixo a letra com comentários:

We’re in a society where the mystic is the law
We must have another world
Look into the darkness, there’s a light that you can see
For it I give my blood
Watch it burn

Carl Sagan, em vários momentos de sua carreira, denunciou as crendices e pseudociências como astrologia, tarô e as religiões. Esses são os “demônios” que assombram o mundo, na visão dele.

Burning down the lies with truth
Lightening up the darkest days
The clouds, the stars, the space, the earth
The candle will show us the way

O subtítulo do livro no Brasil ficou: “a ciência vista como uma vela no escuro”. Daí o nome da música, “The Candle”.

UFO’s flying high in our psychedelic skies
We dwell in our lack of thoughts
While we pray for windows’ vultures, craving for some help
From images that we treat like gods
Powerless Gods

Até mesmo a crença em extraterrestres não passa de pura especulação, segundo Sagan. Até 1996, quando ele morreu, não houve nenhuma evidência da existência de vida alienígena. O livro cita o caso do monumento em forma de um rosto humano em Marte, captado por uma sonda, mas que mais tarde mostrou ser apenas um jogo de sombras. Porém foi um prato cheio para mídia do mundo inteiro.

Asking for an answer
All knowledge become high
Wisdom made of lies
Comes to surround our life

Concepts of reality we create for guarantee
Assure our mistaken life
Pathetic search for eternal life changes human’s behavior
We trust in our self-lies
Not Anymore

Além de curioso o ser humano é ansioso e para não ficar sem respostas, as inventa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.